14 de janeiro de 2011

Tunísia: A Revolução que começou no facebook


Qual sonho Marxista, o Facebook permite o óbvio, que os proletários de todo o Mundo se unam.
Para já foram os jovens da classe média tunisina, com qualificações, mas sem emprego, que achou que era altura de dizer chega.

Façam o favor de serem felizes... e livres!

Sem comentários:

Publicar um comentário